logotipo acertado trxto topo capa9
HOME
PERFIL DO EDITOR
EDIÇÕES ANTERIORES
MIDIA KIT
FALE CONOSCO

voyager1

ROTA DA SEDA

- A chamada Rota da Seda ficou muito conhecida na história da humanidade por se tratar não só de um enorme itinerário comercial que atravessava a Ásia do Sul até a Europa, mas de um importante canal de comunicação entre os povos do Oriente e do Ocidente. Por ela ocorria a transmissão - em mão dupla - de tecnologias, artes e religiões desde o ano 200 a.C., aproximadamente, até meados do século XVI.
- Nesta época, o itinerário principal da Rota da Seda atravessava montanhas, desertos e estepes, partindo de Xian, na China, até os portos de Antioquia, Síria, os de Bursa e Constantinopla (a moderna Istambul), na Turquia. Desses portos, o trajeto prosseguia por via marítima, até chegar em Veneza, na Itália.
- O termo Rota da Seda surgiu no século XIX pela voz do geógrafo alemão Ferdinand von Richthofen, como uma tradução do alemão Seidenstraße. Correspondia a um conjunto de rotas comerciais que interligavam, através da Ásia, o Oriente e a Europa, originando a maior rede comercial do mundo antigo. 

OBJETO DE DESEJO

- Durante milênios, os chineses aprenderam e dominaram a fabricação da seda (a partir da fibra branca dos casulos dos bichos-da-seda) e usavam a seda como um produto exclusivo da sua sociedade. No entanto, com as crescentes transações comerciais, chegaram à Europa rumores desse tecido suave e brilhante que só os chineses sabiam confeccionar. As técnicas de fabrico da seda eram um dos segredos mais bem guardados do império chinês. O tecido brilhante e suave asiático começou a aparecer na Europa e rapidamente se tornou num objeto de luxo, cobiçado nas melhores praças. A burguesia europeia estava disposta a pagar somas exorbitantes por essa relíquia. Iniciou-se assim uma rota mítica de caravanas que, atravessando a Ásia, abasteciam a burguesa europeia do seu novo “desejo”. Esta rota parece ser anterior a 200 a.C.
- Todos os mistérios, aventuras e cenários incríveis que envolvem este trajeto, estão à disposição de viajantes aventureiros em busca de novas emoções. A travessia é feita em dois trens de primeiríssima classe: o Shangri-La Express e o Golden Eagle Trans-Siberian Express.Ambos seguem as pegadas do veneziano Marco Polo através da Rússia, Turcomenistão, Uzbequistão, Cazaquistão e China por cenários admiravelmente preservados até hoje. E que remontam à época das grandes caravanas de reis europeus em direção às rotas asiáticas em busca de luxos, tesouros, sedas e especiarias ali encontradas.

por Luigi Neto

 

 

 

Beijing e Xian, cidades chinesas de passagens obrigatórias pela Rota da Seda

voyager2

voyager 3


A Rota da Seda possui vários trajetos.Um deles inclui a cidade de Moscou (à dir.) como ponto de partida ou chegada

voyager 5

voyager 4

logoface logoinsta logoissuu

 

logotipo acertado
(c) VL Editorial 2017 - Todos direitos reservados.
Créditos de fotos: acervo e divulgação.