logotipo acertado trxto topo
HOME
PERFIL DO EDITOR
EDIÇÕES ANTERIORES
MIDIA KIT
FALE CONOSCO

OUTONO NO PARQUE

NOS JARDINS DO INHOTIM

Idealizado desde a década de 1980 pelo empresário mineiro Bernardo de Mello Paz, do solo ferroso de uma fazenda em Brumadinho (MG) nasceu o Instituto Inhotim, misto de Museu de Arte Contemporânea e Jardim Botânico, hoje apontado como um dos maiores museus a céu aberto do mundo

Edição LUIZ FRANÇA
O INSTITUTO INHOTIM é um misto de Museu de Arte Contemporânea e Jardim Botânico, localizado na cidade mineira de Brumadinho, a 60 Km de Belo Horizonte. Sua abertura ao público, em 2006, inseriu o Estado de Minas Gerais no cenário da arte contemporânea mundial, impulsionando a economia local e a geração de emprego. Dois anos depois, foi reconhecido como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) pelo governo local. Idealizado desde a década de 1980 pelo empresário mineiro Bernardo de Mello Paz, do solo ferroso de uma fazenda da região nasceu um dos maiores museus a céu aberto do mundo. Entidade privada, sem fins lucrativos, é mantida com recursos de doações de pessoas físicas e jurídicas – diretas ou por meio das Leis Federal e Estadual de Incentivo à Cultura –, pela bilheteria e realização de eventos.

SITE-SPECIFICS

Além da programação sazonal, o Instituto Inhotim expõe de forma permanente obras de renomados artistas nacionais e estrangeiros. A área de visitação compreende 140 hectares, onde o visitante é surpreendido com galerias e obras dispostas entre jardins e uma paisagem exuberante. O museu já recebeu cerca de 3 milhões de pessoas, tornando-se um dos principais destinos turísticos e culturais do Brasil.
Devido à sua extensão e localização privilegiada – entre os ricos biomas da Mata Atlântica e do Cerrado –, o Inhotim possibilita que artistas criem site-specifics de forma única e inovadora, além de viabilizar a exibição permanente de obras de grande escala que normalmente não poderiam ser expostas em museus tradicionais. Tudo isso proporciona ao visitante uma experiência singular, que integra arte, natureza, cultura, arquitetura, entretenimento e educação.
Na área ambiental, o Inhotim possui uma coleção de cerca de 4,5 mil espécies de todos os continentes – algumas raras e ameaçadas de extinção. O acervo é utilizado pela equipe do Jardim Botânico para a realização de estudos com vistas à conservação da biodiversidade e combate à mudança climática.

RICO ACERVO CONTEMPORÂNEO

O Instituto Inhotim conta com um acervo em exposição formado por pinturas, esculturas, desenhos, fotografias, vídeos e instalações de cerca de 60 artistas, de 38 países diferentes. São 560 obras em exposição atualmente. Produzidos desde os anos 1960 até os dias atuais, os trabalhos estão dispostos ao ar livre no Jardim Botânico do Inhotim ou exibidos em galerias. Das 23 galerias, quatro são dedicadas a exposições temporárias: Lago, Fonte, Praça e Mata.
Os pavilhões contam com grandes vãos que permitem o aproveitamento versátil dos espaços para apresentação de obras de variadas mídias. Periodicamente, as exposições das galerias temporárias são renovadas para apresentar novos trabalhos e criar reinterpretações da coleção. Além disso, artistas são convidados a desenvolver novos projetos – juntamente com a equipe do Inhotim –, fazendo do museu um lugar em constante movimento e evolução.
As 19 galerias permanentes apresentam obras de Tunga, Cildo Meireles, Miguel Rio Branco, Hélio Oiticica & Neville d’Almeida, Adriana Varejão, Doris Salcedo, Victor Grippo, Matthew Barney, Rivane Neuenschwander, Valeska Soares, Doug Aitken, Marilá Dardot, Lygia Pape, Carlos Garaicoa, Carroll Dunham, Cristina Iglesias, William Kentridge e Claudia Andujar.

NOS JARDINS DO INHOTIM

Dos 140 hectares da área de visitação, 42 são de jardins. Em meados da década de 1980, iniciaram-se as obras paisagísticas dos belos jardins que futuramente viriam a formar o Instituto Inhotim. Ao longo do tempo foram adquiridas diversas espécies de palmeiras e árvores nativas brasileiras e exóticas de várias regiões do mundo, que se adaptaram muito bem ao local. Em 2010, a expressiva coleção permitiu o reconhecimento do Instituto como Jardim Botânico. Das espécies (aproximadamente 4,5 mil) do acervo botânico, duas famílias se destacam: a de palmeiras (Arecaceae), com cerca de mil espécies e variedades; e a dos imbés, antúrios e copos-de-leite (Araceae), com mais de 400 espécies e formas.
Nos últimos anos, as equipes de curadoria botânica e de paisagismo do Inhotim têm trabalhado com a composição de jardins temáticos para exposição de parte da coleção botânica do local. Esses espaços têm se firmado como importante ferramenta de educação, propondo reflexões sobre diversos temas, como a preservação da biodiversidade, a utilização de recursos naturais e o cuidado com o meio ambiente. Atualmente o Inhotim possui oito jardins temáticos: Jardim Desértico; Jardim Pictórico; Jardim de Transição; Jardim de Todos os Sentidos; Jardim Veredas; Largo das Orquídeas; Sombra e Água Fresca e Vandário.

SUSTENTABILIDADE FINANCEIRA

Sendo uma entidade mantida através de doações de pessoas físicas e jurídicas, um dos grandes desafios do Inhotim diz respeito à sua sustentabilidade financeira. Pensando nisso, possui o programa Amigos do Inhotim, um modelo permanente de apoio individual e relacionamento com o público. A iniciativa viabiliza a doação de recursos de pessoas físicas ao Instituto – o valor pode ser integralmente deduzido do Imposto de Renda. Entre outros benefícios, os membros têm direito a entrada gratuita, cortesias para convidados, descontos em eventos, pontos de alimentação, pousadas e hotéis parceiros.

ARTE & FOOD

No Inhotim, os visitantes contam com várias opções de alimentação, que vão de lanches rápidos a pratos mais elaborados. Confira as sugestões:
- O Restaurante Tamboril possui um ambiente agradável e integrado aos jardins e ao acervo de arte contemporânea da Instituição. O cardápio é formado por um excelente e variado buffet de saladas e pratos quentes a preço fixo, extensa carta de vinhos, além de uma mesa de sobremesas com doces diversos. Idealizado pelo designer Paulo Henrique Bicalho, o Bar do Ganso é atualmente uma extensão do Restaurante Tamboril. Uma verdadeira galeria de arte com peças assinadas por renomados designers brasileiros, iluminação especial e ambientação que remete aos anos 1950/70.
- Mais amplo, o Restaurante Oiticica está localizado próximo à obra Penetrável Magic Square # 5, De Luxe (1977). O espaço gastronômico oferece refeições self-service a quilo, e o menu inclui saladas e opções de caçarolas quentes.
- Já o Café das Flores está na recepção do Inhotim e é ideal para iniciar ou encerrar a visita com o melhor pão de queijo que se pode imaginar, feito com carinho pela Chef Dailde Marinho e servido sozinho ou com pernil. Há ainda opções de lanche e almoço.
- Localizado no Centro de Educação e Cultura Burle Marx, o Café do Teatro oferece diversas opções de bebidas quentes e geladas, sanduíches, salgados e doces. O público pode ainda conferir outros espaços gastronômicos do Inhotim, que servem desde pizzas até sanduíches naturais.

PROGRAME-SE

INSTITUTO INHOTIM
O Inhotim está localizado no município de Brumadinho, a 60 km de Belo Horizonte. Acesso pelo km 500 da BR-381 – sentido BH/SP.
Terças, quartas, quintas e sextas-feiras, das 9h30 às 16h30 Sábados, domingos e feriados, das 9h30 às 17h30
INGRESSOS: R$ 44,00 inteira (meia-entrada válida para estudantes identificados, maiores de 60 anos e parceiros). Crianças de até cinco anos não pagam.
Às quartas-feiras (exceto feriados), a entrada é gratuita.
Moradores de Brumadinho cadastrados no programa Nosso Inhotim isentos.
Informações +55 31 3571 9700

http://www.inhotim.org.br

logoface logoinsta logoissuu
logotipo acertado
(c) VL Editorial 2021 - Todos direitos reservados.